quinta-feira, 14 de abril de 2016

Cria seleciona famílias para projeto que visa prevenir abrigamento

Pela manhã desta quinta-feira (14), aconteceu uma reunião referente ao Projeto Escola de Famílias, desenvolvido pelo Cria em parceria com o Governo do Estado, na escola estadual Florisa Silva, localizada no Promorar, zona sul de Teresina.

Estavam reunidos junto às 22 famílias das crianças que estudam na escola, uma assistente social e uma psicóloga do Cria, mais a direção do colégio, para selecionar e explicar como funciona o projeto.

O Escola de Famílias trabalha, de forma articulada, com a rede escolar, por meio de ações socioeducativas com crianças, adolescentes e suas famílias na tentativa de contribuir para o desenvolvimento dos alunos e para o fortalecimento das relações dentro das famílias, prevenindo assim, a ruptura dos vínculos familiares e comunitários e um consequente abrigamento.


projeto lida com a vulnerabilidade de famílias que pertençam à comunidade no entorno da escola e foca num grupo que é acompanhado pela equipe do Cria, e dessa forma também contribui com a redução da evasão escolar.

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Cria realiza capacitação no Abrigo Feminino de Teresina

Na manhã da última terça-feira, 05 de abril, as assistentes sociais e psicólogas do Cria realizaram capacitação com a equipe técnica e de educadores do Abrigo Feminino, instituição de acolhimento estadual que acolhe adolescentes que se encontram afastadas de suas famílias de origens.
A capacitação é parte do Projeto de Mãos Dadas, que visa fortalecer os laços entre os componentes do Sistema de Garantia de Direitos de Crianças e Adolescentes e, a partir disso, melhorar a qualidade de vida dentro dos abrigos.
Durante as capacitações, que também já foram realizadas em outros abrigos de Teresina, são promovidos debates, dinâmicas e reflexões para que sejam propostas soluções para problemas recorrentes com as crianças e adolescentes que chegam e vivem nessas instituições.
IMG_0582
A coordenadora do Abrigo Feminino, Lisânia Barbosa, destacou a importância desse tipo de atividade voltada às equipes de instituições de acolhimento, lembrando que por meio das reflexões obtidas é que se buscam melhorias.
“É muito bom, de vez em quando, a gente estar trabalhando esses temas como as fortalezas, as ameaças, fraquezas  e oportunidades, todos os colaboradores juntos, para que cada um fale o que realmente tá sentindo, quais as dificuldades que nós enfrentamos aqui, os pontos positivos e negativos, então é sempre bom a gente estar com esse tipo de atividade aqui no abrigo para o bom andamento, para que a gente reflita como está nosso trabalho, o que a gente tem que melhorar, para onde a gente quer ir. Toda e qualquer reflexão é importante e me chamou atenção, principalmente, os pontos negativos, porque é com eles que a gente tem que crescer, tem que trabalhar para poder melhorar”, declarou a coordenadora.
IMG_0584
As capacitações terão continuidade em outros abrigos e têm previsão para acontecerem também com os conselhos tutelares da capital.

quarta-feira, 30 de março de 2016

Enfermeira palestra sobre saúde no Pintando o 7

O Pintando o Sete do mês de março (30) foi todo especial. Porque além da participação das famílias acolhedoras acompanhadas pelo Cria e profissionais da nossa ONG, recebemos a enfermeira, Dayse Oliveira, que palestrou, para nossas crianças, pais e mães acolhedores sobre a importância e os cuidados com a saúde bucal, a prevenção do mosquito Aedes Aegypti e, ainda, sobre os benefícios de uma alimentação saudável.





Durante o evento, que agora acontece nas tardes das últimas quartas-feiras de todos os meses, foi realizada também reunião com os pais e mães acolhedores, dinâmicas com as crianças e adolescentes presentes e uma novidade, um lanche super saudável a base de frutas tropicais e sucos naturais.
A equipe do Cria ficou satisfeita e agradecida com a disposição e o carinho da palestrante, que fizeram a diferença e proporcionaram a todos um evento organizado e bastante educativo!

sexta-feira, 18 de março de 2016

Prêmio Piauí de Inclusão Social

O Cria participou na noite da última terça (26) de uma importante premiação realizada pelo Sistema Meio Norte de Comunicação. O Prêmio Piauí de Inclusão Social tinha como objetivo reconhecer, divulgar e premiar ações por todo o Piauí que buscam promover a igualdade por meio da inclusão social. Eram ao todo cinco categorias: Empreendedor Individual, Cooperativa/Associação, Organização Governamental, Organização Não Governamental e Empresa. Parabenizamos a todos os indicados, em especial o Instituto Probem, com o programa Palavra de Criança, vencedor em nossa categoria e a Escola Agustinho Brandão, de Cocal dos Alves, vencedora em sua categoria e grande vencedora da noite, entre todas as categorias. Ao Sistema Meio Norte o nosso muito obrigado, pela importante divulgação e reconhecimento dado ao nosso trabalho. Agradecemos também à equipe do Cria, aos amigos, colaboradores e a todos que torceram por nós.




quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Cria lança projeto em parceria com o Estado para prevenir acolhimento de crianças e adolescentes

O projeto Escola de Famílias será executado na Unidade Escolar Florisa Silva, no bairro Promorar.


Está marcado para a manhã desta sexta-feira (27), a partir das 08:00 horas, o lançamento do Projeto Escola de Famílias, que será realizado pelo Centro de Reintegração Familiar e Incentivo à Adoção (Cria) em parceria com  o Governo do Estado, por meio da SASC (Secretaria de Assistência Social e Cidadania). O projeto será executado na Unidade Escolar Florisa Silva, no bairro Promorar.

O projeto Escola de Famílias se propõe a trabalhar, de forma articulada, com a rede escolar, por meio de ações socioeducativas com crianças, adolescentes e suas famílias na tentativa de contribuir para o desenvolvimento dos alunos e para o fortalecimento das relações dentro das famílias, prevenindo assim, a ruptura dos vínculos familiares e comunitários e um consequente abrigamento.

De acordo com a coordenadora do Cria e assistente social, Francimélia Nogueira, a instituição trabalha com o resultado da desagregação familiar e do rompimento de vínculos dentro das famílias. E o projeto vai ser lançado no sentido de prevenir esse rompimento de vínculos e o acolhimento institucional de crianças e adolescentes.

“Claro que a gente não tem pernas para trabalhar toda a sociedade, mas é preciso focar em determinada área. Dentro da escola é um local viável porque é onde estão concentradas aquelas crianças. É a partir da comunidade escolar, que vamos identificar as crianças que, pelo comportamento, pela forma como chegam à escola, podem estar vivendo alguns problemas em casa. E então, a partir daí vamos juntar essas famílias e começar a fazer um trabalho com o intuito de restabelecer vínculos, de harmonizar essas relações conflituosas, evitando assim um rompimento e um possível afastamento dessas crianças”, enfatizou Francimélia.

Escola de Famílias visa trabalhar a vulnerabilidade de famílias que pertençam à comunidade no entorno da escola. A ideia é focar num grupo que será acompanhado por uma assistente social e uma psicóloga do Cria, além de contribuir com a redução da evasão escolar.

“A gente quer mexer com a vida dessas crianças, adolescentes e de suas famílias, fazendo o que estiver ao nosso alcance, não vamos nos limitar ao que o projeto pode bancar financeiramente, a gente vai atrás da comunidade local, vai atrás de empresários, para trabalhar, por exemplo, a questão do empoderamento das famílias com cursos profissionalizantes e capacitação. O Cria está muito feliz por iniciar esse projeto que tem o foco na prevenção”, finalizou a coordenadora.

O projeto Escola de Famílias terá duração de dois anos e seu lançamento acontecerá simultaneamente à reinauguração da Escola Florisa Silva, localizada no bairro Promorar, zona sul de Teresina.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Mutirão reavalia casos de crianças do Programa Família Acolhedora

Foi realizada na sexta-feira (23), na sede do Cria (Centro de Reintegração Familiar e Incentivo à Adoção), a abertura das audiências concentradas para reavaliação da situação das crianças e adolescentes que estão inseridos no Programa Família Acolhedora, executado pela organização.

O mutirão é um procedimento realizado para a reavaliação semestral dos casos de crianças e adolescentes que se encontram em situação de acolhimento, seja ele familiar ou institucional.
No Cria, são nove as crianças que terão seu processo reavaliado. Dentre elas, seis estão vivendo em acolhimento familiar há mais de 04 anos e as respectivas famílias entraram com pedido de adoção. As demais têm possibilidade de serem reintegradas à família biológica ou disponibilizadas ao Cadastro Nacional da Adoção.
De acordo com a assistente social e coordenadora do Cria, Francimélia Nogueira, as audiências concentradas cumprem a legislação, que prevê a reavaliação semestral obrigatória dos casos, e servem para decidir a vida da criança.
“Essas audiências estão previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente e são realizadas com foco no melhor interesse da criança; onde ela deixa de ser invisível e passa a ter seu caso solucionado, podendo retornar para a sua família de origem ou ser disponibilizada para adoção. O abrigamento é uma medida provisória e excepcional, portanto é de extrema importância que a reavaliação dos processos seja realizada dentro do prazo estipulado pela legislação”, enfatizou Francimélia.
O mutirão será realizado pela I Vara da Infância e da Juventude, por meio da juíza auxiliar, Maria da Paz e Silva Miranda. Nas audiências estarão presentes o Ministério Público Estadual, a Defensoria Pública, o Conselho Tutelar e a equipe do Cria. 

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Veja fotos da manhã de piscina de setembro

Em mais uma edição da nossa manhã de piscina, que aconteceu no último sábado (26), o Cria e os voluntários da JOCUM Teresina - Jovens com uma missão - proporcionaram mais uma manhã de lazer, amor e alegria para crianças e adolescentes que vivem em abrigos de Teresina. 

O evento é pontual e acontece sempre no último sábado de cada mês na Adufpi, também parceira do Cria nesta causa! Agradecemos imensamente o carinho e a dedicação do jovens do JOCUM Teresina‬ e esperamos que mais grupos de voluntários se sensibilizem para nossas ações!